Como aproveitar melhor a reunião de pais e mestres

A reunião de pais e professores é uma ocasião especial para melhorar o desempenho da escola e dos alunos. É fundamental que seja bem aproveitada para alcançar os objetivos de todos.

como aproveitar melhor a reunião de pais e mestres diversidade de pais sentados na escola

A participação dos pais na escola é essencial para melhorar o ensino. Eles podem dar ideias e sugestões excelentes para a equipe escolar. Além disso, estimulam os filhos a estudar mais. Por isso, a reunião de pais e mestres é uma ferramenta muito importante.

Porém, esse momento nem sempre é bem aproveitado. Alguns pais não reconhecem a importância e muitas escolas encontram desafios em incentivá-los.

Existem algumas formas de incentivar a participação dos pais nas reuniões. Mas a melhor delas é, simplesmente, promover encontros eficientes. Ou seja, tomar mais decisões em menos tempo e aproveitar para promover um bom relacionamento.

Veja abaixo seis dicas para fazer uma reunião de pais mais proveitosa!

1. Escolha dias e horários adequados

Muitos pais evitam reuniões desse tipo por conta dos dias e horários. Algumas escolas marcam cedo demais durante a semana, ainda durante o expediente de trabalho. Outras, em dias que não são ideais, como finais de semana.

Apesar de ser difícil escolher um dia e horário ideal para todos, procure um consenso. Faça uma pesquisa para descobrir quais momentos seriam melhores. Mantenha uma boa comunicação, ouvindo os pontos dos participantes.

Se o horário não for inconveniente, as chances de os pais participarem já são maiores. Do mesmo modo, o espaço de tempo entre reuniões é importante. Aliás, ajuda a implementar mudanças de forma mais estratégica, é mais atrativo e eficiente.

Por isso, antes de definir dias e horários, avalie a necessidade da reunião. Depois, escolha um momento que seja melhor para a maioria.

2. Informe com antecedência sobre a reunião de pais e mestres

Muitos pais vão precisar sair mais cedo do trabalho ou adiantar suas tarefas para ir à reunião. Torne isso possível com o envio de um aviso sobre o encontro com antecedência.

Duas semanas antes, pelo menos, é o indicado. Assim, todos podem tentar remanejar o que precisariam fazer e se preparar para o dia.

Quando o dia chegar, a reunião não deve começar ou terminar atrasada. Tudo deve ser organizado de forma consciente, salientando que o tempo passado ali é importante.

3. Crie um roteiro

Se a escola definiu que essa reunião era importante, é esperado que todos saibam do que se trata.

Por exemplo, uma reunião no fim do trimestre pode tratar do desempenho nas avaliações e abordar os projetos da escola para o próximo ciclo.

Anote o que quer falar com os pais. Esse é um momento único e importante para todos. Chegar despreparado pode levar a mais frustrações do que soluções.

Da mesma forma, tenha o cuidado de documentar o que for dito na reunião. Assim, toda a equipe escolar pode voltar a essas informações quando for necessário.

4. Prepare uma boa recepção

É essencial que os pais se sintam bem recebidos na reunião. Comece pelo básico: todos conhecem a escola e os professores? Se não, separe um momento para fazer as apresentações.

Em geral, reuniões desse tipo também costumam ter algo para beber e comer, como café, chás e pães. Para tornar o encontro mais comunitário, é possível pedir que os pais providenciem esses detalhes. Muitos ficam felizes em participar.

Verifique se a sala onde a reunião acontecerá tem espaço suficiente. Todos devem se sentir confortáveis.

5. Escute os pais de forma ativa

Você precisa chegar à reunião com soluções definidas para enfrentar os problemas apresentados. Porém, deve também abrir espaço para a opinião da família.

Muitas vezes, ouvi-la é a melhor maneira de encontrar soluções e gerar ideias. Além disso, isso tornará a escola mais acolhedora, e os pais se sentirão confortáveis para participar da vida escolar dos filhos.

6. Reserve um momento para conversas individuais

Mesmo que a reunião seja agendada com antecedência, no dia e horário escolhido pelos pais, certamente alguns não poderão comparecer.

Portanto, é uma boa ideia pedir confirmação dos presentes na reunião. Depois, considere marcar encontros individuais com quem não confirmou para sanar eventuais dúvidas ou sugestões.

Assim, a escola mostra sua preocupação em estar sempre aberta ao diálogo e pode resolver problemas de maneira mais eficiente.

No entanto, a reunião de pais e mestres não precisa ser a única ferramenta para que a família conheça o desempenho dos alunos.

Relatórios e webinars podem auxiliar nessa compreensão. Inclusive, permitem que os pais acompanhem os filhos ao longo do ano letivo e levem questões pertinentes para as reuniões.

A sua instituição de ensino pode oferecer essas ferramentas para a comunidade escolar. Acesse nosso site e confira as soluções da Pearson para as famílias!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS